In #ReformaProtestante slider

História do Protestantismo e Reforma Protestante no Século XXI


Quando tudo parecia perdido um homem lê à luz de velas: O Justo viverá pela Fé (Gálatas 1:17)



Hoje iremos falar sobre a Reforma Protestante. Uma enorme porcentagem  dos evangélicos não conhecem como surgiu o protestantismo, o por que, e por quem. Nesta postagem iremos esclarecer sobre o assunto, e a partir dela virá muitas outras postagens relacionada ao protestantismo e a reforma que a igreja atual necessita.


A Reforma Protestante iniciou-se no  século XVI pelo Monge alemão Martinho Lutero depois de suas publicações de 95 teses, em 31 de Outubro de 1517, na porta da Igreja Castelo de Wittenberg,  contra diversas doutrinas heréticas da Igreja Católica, assim propondo uma reforma no catolicismo.


Após publicação das 95 teses Lutero foi apoiado por vários lideres religiosos e governantes da época, provocando uma revolução religiosa, resultando na Reforma Protestante. Entretanto, surgiu também o movimento chamado Contrarreforma, que infelizmente em conflito com o Protestantismo deu espaço para Massacres como o da noite de São Bartolomeu.

Algumas das principais razões para Reforma foram: Avareza e o paganismo na Igreja,  insistência sobre liberdade de consciência, condenação à venda de indulgências, e graves denúncias contra abusos papás, adoração de imagens, o celibato, as missas em latim, a autoridade do Papa, entre outros.

Alguns dos principais fundamentos para Reforma declarada por Martinho Lutero:

Sola scriptura (Somente a Escritura) -

É o princípio no qual a Bíblia tem primazia em relação à tradição legada pelo magistério da Igreja, quando os princípios doutrinários entre esta e aquela forem conflitantes. Somente as escrituras tem autoridade sobre a fé e a vida do cristão, pois“Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça. ” 2 Timóteo 3:16. Como Martinho Lutero afirmou quando a ele foi pedido para que voltasse atrás em seus ensinamentos: “portanto, a menos que eu seja convencido pelo testemunho das Escrituras ou pelo mais claro raciocínio; a menos que eu seja persuadido por meio das passagens que citei; a menos que assim submetam minha consciência pela Palavra de Deus, não posso retratar-me e não me retratarei, pois é perigoso a um cristão falar contra a consciência. Aqui permaneço, não posso fazer outra coisa; Deus queira ajudar-me. Amém.”

Sola gratia (Somente a Graça ou Salvação Somente pela Graça) -

Afirma que a salvação é pela graça de Deus apenas, e que nós somos resgatados de Sua ira apenas por Sua graça. Esta graça é a obra sobrenatural do Espírito Santo que nos traz a Cristo por nos soltar da servidão do pecado e nos levantar da morte espiritual para a vida espiritual.  “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus.” Efésios 2:8.

Sola fide (Somente a Fé ou Salvação Somente pela Fé) - 

Afirma que a justificação é somente través da fé. É pela fé em Cristo que Sua justiça é imputada como a única satisfação possível da perfeita justiça de Deus. “Se, com tua boca, confessares que Jesus é Senhor, e creres em teu coração que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo!” Romanos 10:9-10.

Solus Christus (Somente Cristo) -

Afirma que a salvação é encontrada somente em Cristo e que unicamente Sua vida sem pecado e expiação substitutiva são suficientes para nossa justificação e reconciliação com Deus o Pai. “somente por Cristo”, isto é, Cristo é o único Salvador (Atos 4:12).  Para os protestantes, a salvação é dada através da graça e bondade de Deus, na qual cada pessoa pode se relacionar diretamente com seu Criador, sem a necessidade de um intermediário; diferentemente da fé católica, a qual diz que o único método de se obter a salvação é através dos sacramentos e rituais para purificação da almo feitos através de pessoas santificadas (padres, bispos, etc.).

Soli Deo gloria (Glória somente a Deus) - 

É o princípio segundo o qual toda a glória é devida a Deus por si só, uma vez que salvação é efetuada exclusivamente através de sua vontade e ação. Não só o dom da expiação de Jesus na cruz, mas também o dom da fé, criada no coração do crente pelo Espírito Santo. “Todo o que é chamado pelo Meu nome, a quem criei para a Minha glória, a quem formei e fiz.” Isaías 43:7.


Os protestantes defendem a crença de que a única autoridade a ser seguida é a Palavra de Deus, presente na Bíblia Sagrada. Desta forma, através da ação do Espírito Santo, os cristãos, ao lerem a Bíblia, têm uma maior harmonia com Deus. Por esse motivo, a partir da Reforma Protestante, a Bíblia foi traduzida para diversas línguas e distribuída sem restrições para as pessoas.

Nesse contexto surgiram as primeiras igrejas luteranas, Calvinista, Presbiteriana, Metodista, e Batista, que se expandiram para países de todo mundo através dos missionários europeus, chegando assim ao Brasil.

O termo “protestante” é substituído por “evangélico” usado em toda América Latina, retirando a conotação polêmica da palavra e dando uma característica mais positiva e universal, já que provém dos protestos dos cristãos.

A partir desta postagem você poderá acompanhar outras relacionadas ao Protestantismo e a reforma atual que a Igreja necessita. Tentaremos retratar nesse contexto viagens de Martinho Lutero do século XVI para XXI através de uma Máquina, conhecida como “Máquina do Tempo”. Lutero juntamente com outros líderes reformadores terão a grande oportunidade de conhecer, conversar e visitar Pastores, Apóstolos e Personalidades atuais como Renê Terra Nova, Thalles Roberto, apóstolos modernos, Edir Macedo, Mike Murdock, Cantora Gospel, o Templo de Salomão da IURD, ao Tabernáculo Metropolitano, Jean Wyllys, Silas Malafaia, Morris Cerullo, Agenor Duque e o Brasil em dia de eleições.

O Roteiro das viagens e textos ficaram por conta do Pastor Renato Vargem, escritor e idealizado da Maquina do Tempo.

Espero cooperar com você! Creio que cada viagem irá gerar uma grande reflexão no seu coração sobre a situação atual da Igreja. A Reforma começa a partir de cada um de nós. Não podemos nos calar com as sandices pregadas em nosso meio. Lembre-se que se nós adolescentes, Jovens e adultos nos colocarmos na brecha do Senhor e O buscarmos verdadeiramente seremos um Jeremias deste século, desta nação. A Reforma começou! #ReformaProtestante #VoltemosaoEvangelho


Por: Vinicius Lopes
Fonte: Irmão Baiano e História do Protestantismo 

Related Articles

HTM Facebook :