In Mensagem

É possível ser Gay e Cristão ?

Por: Vinicius Lopes


"Eu tenho 18 anos e luto com isso já faz algum tempo. Graças a Deus eu nunca cheguei a entrar na prática, mas tenho lutado muito contra pensamentos, sentimentos e desejos relacionado a isso. Sou filho de pastor, e nasci em berço evangélico, mas isso não me impediu que eu passasse por essa luta." - Identidade preservada

"Oi, sou menina e sou cristã, mas gosto de menino e menina. Eu tento esconder isso, porém cada vez mais piora. Nas minhas orações eu tenho pedido para Deus tirar isso de mim, mas não passa. Larguei tudo que fazia na igreja porque me afundei na pornografia e masturbação, isso tentado me forçar a gostar só de homens, mas eu não consigo. Eu olho para mulheres e me dá vontade. Só quem vive dentro da homossexualidade sabe como é difícil conviver com a culpa, o medo e o olhar que as pessoas lançam."  - Identidade preservada 


Dentro das nossas igrejas encontramos pessoas assim, com relatos iguais ou bastante parecidos aos expostos acima. Infelizmente na nossa geração muitas pessoas estão sofrendo com pensamentos e desejos que ele(a)s não gostariam de pensar e sentir, a saber o pensamento homossexual. Alguns são bastantes visíveis, e outros nem tanto, que nem passam  pela cabeça do pastor e congregação o pensamento sobre tal ovelha.

É bem verdade que a igreja não está, ou ao menos é, instruída para lidar com essa situação, que é tão comum, e presente entre os membros. Também é bem verdade que o preconceito, discriminação e exclusão se fazem presentes quando é descoberto a luta e o pecado alheio.  E o que faria Jesus ao saber, ou ser informado pelo menino ou menina que sofre com tal perturbação  na mente ?

Primeiramente Jesus diria:" Vinde a mim..." O Filho de Deus convidaria esta pessoa para estar perto dele. (Mateus 11:18) Essa pessoa se sentiria bem em estar perto de Jesus,  que o seguiria para ouvi-lo. (Mateus 9:10) Jesus demostraria o seu amor por ela, que não veio para condenar, porém para salvar, mostrando o caminho para mudança de vida, que agradaria Deus. (João 3:17)

Infelizmente o inverso está acontecendo: Não queremos ficar próximos por causa do nosso "ego". Somos preconceituosos e agimos com discriminação porque dizemos: o que vão pensar, vão achar que sou gay ? E a pessoa que sofre com o pensamento homossexual não se sente mais bem em estar em nosso meio.

Devemos mudar os nossos conceitos o mais rápido possível, pois estamos na mesma condição, somos todos pecadores, e não existe pecadinho ou pecadão. Existem pecados diferentes, mas pecado é pecado! O que não podemos é usar do saber do pecado alheio para acusar, difamar, afastar, excluir e matar. 


Para os cristãos que lutam contra o pensamento de homossexualidade eu gostaria de dizer: Cristo liberta ? Liberta.  Talvez em seu passado você já se relacionou com pessoas do mesmo sexo, e hoje já não está na mesma prática. Houve libertação! E talvez você nunca se relacionou, mas meia volta vive com pensamento homossexual. Olha, não quero limitar o poder de Cristo, pois ele é onipotente e pode todas as coisas, mas existe uma grade diferença entre desejar e praticar. E o desejos carnais não vão cessar. A própria Bíblia fala que existe uma batalha travada entre a carne e o espirito (Gálatas 5:17), e só vamos estar livres da carne quando nosso corpo for glorificado, quando o corruptível torna-se incorruptível (1 Coríntios 15:54).

Muitas pessoas ficam se martirizando por causa de seus desejos carnais. Muitos cristãos até duvidam da salvação: Será que irei para o céu ? Estou em dúvida porque tenho pensamentos homossexuais! Para lhe acalmar, quero lhe dizer que por causa de seus pensamentos, pensamentos que vem da sua carne, você não perderá a sua salvação. Agora, por praticar você poderá estar caminhando para condenação eterna.

Mas Vinicius você tem algum respaldo para  falar isto? Tenho. O Apóstolo Paulo disse: "Mas esmurro o meu próprio corpo e faço dele meu escravo. " 1 Coríntios 9:27. Significa dizer que Paulo sentia na pele os impulsos da carne, mas não sedia a eles. Então há uma grande diferença em sentir e praticar. Paulo sentia o que sua carne pedia, mas não praticava. E cremos que Paulo morreu com sua salvação. Os sentimentos da carne não impediu que a graça de Jesus o alcançasse. 

Agora vamos raciocinar juntos: O Cristão heterossexual também sente desejos carnais, só que diferente do pensamento homossexual, pois o seu desejo é pelo sexo oposto. E esse desejo do sexo só é amparado para ser consumado no casamento, no matrimônio,  entre  o homem e  a mulher. Mas não é porque seus desejos carnais estão certos, na ordem natural, que é amparado e aceito fora do casamento. Vale ressaltar que o sexo fora do casamento é constituído prostituição. E nenhum prostituto entrará no reino de Deus, se caso a pessoa continuar nestas práticas pecaminosas. 

Outro exemplo: O homem e a mulher se casam, porém eles não deixam de sentir atrações, culpa da carne, por outras pessoas.  A diferença é a fidelidade a Deus e ao cônjuge que permitirá a salvação.

Para finalizar quero lhe mostrar que é possível viver uma vida de santidade, agradando a Deus, tendo intimidade com o Pai e caminhando para salvação, mesmo sentindo impulsos carnais do homossexualismo: 

Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus. E é o que alguns têm sido; mas haveis sido lavados, mas haveis sido santificados, mas haveis sido justificados em nome do Senhor Jesus, e pelo Espírito do nosso Deus. (1 Coríntios 6:10,11)

Paulo relatou que alguns antes andavam em práticas pecaminosas, mas a partir do momento que aceitaram Jesus foram perdoados, lavados e justificados através sacrífico de Jesus, pois eles deixaram seus antigos atos, lutavam contra seus desejos e continuavam seguindo ao Senhor Jesus.

Existe sim liberdade e salvação para aqueles que sentem desejo homossexual, mas não o praticam. Que este texto venha abençoar e confortar a vida de todos que passam por essa luta, e se mantém firmes, à cerca de sua Salvação em nome de Jesus.



Fonte: Irmão Baiano

Related Articles

HTM Facebook :