“Solteiro e Feliz!” É possível ?

by - 16:21

Por: Vinicius Lopes

Hoje vamos falar sobre a vida de solteiro! E sou meio que graduado no assunto meu irmão e irmã, hahaha!  Eu sei que 99% dos jovens que vão acessar essa postagem estão solteirões e solteironas. Então fiquem a vontade para aprender e ver que até mesmo a vida de solteiro tem seus lados positivos. 



Parece algo tão ruim a solteirice, né ? Mas vou lhe mostrar e desconstruir esse péssimo conceito que vem sendo disseminado há muito tempo na sociedade. E tudo começa através daqueles parentes, que  não vemos  faz mais de um ano, quando chegam em sua casa e perguntam: Tá namorando, cadê a (o) namorada(o) ?! Pronto, o centro das atenções é você e seu estado civil. Existem tantas coisas para perguntarem, mas logo o namoro ? E muitos, talvez seja o teu caso, não sabem como responder. Não posso esquecer também dos “amigos” que acham que por seu estado civil, no momento, ser de solteiro(a) você está morrendo por não ter alguém ao lado, carente,  na sofrência, chorando pelos cantos da casa, que vai ficar pra titio/titia, deixando de “curtir” e viver o melhor momento da vida, a juventude. Mal sabem eles que o  principal foco na vida do ser humano não deve está centrado em algo, mas em alguém chamado Deus. A própria palavra nos instrui: Buscai, assim, em primeiro lugar, o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas. ( Mateus 6:33)


Na tv, revista, jornal, internet, rádio, entre outros, somos induzidos a nos relacionar cada vez mais cedo. Há 20, 30 anos atrás os relacionamentos somente se iniciavam quando a menina já era maior de idade (e olhe lá, se não fosse um pouco mais tarde). Hoje os relacionamentos se iniciam quando o menino e a menina tem 11 e 12 anos. E ainda são aprovados pelos pais. Aí eu lhe pergunto: Qual maturidade tem essas crianças, pré-adolescentes, adolescentes, para conduzir um relacionamento ? Nenhuma. Se já está difícil para os jovens (adultos), imagine para esses ? Percebemos então que as pessoas estão perdendo o bom senso, e que estão atropelando Eclesiastes 3:1 que nos exorta:“Existe tempo para todas as coisas e propósitos no céu e na terra!”. Não vamos render sobre qual a idade ideal para namorar, pois será assunto para outra postagem.

Podemos ser feliz solteiro ? Sim, porque a nossa felicidade não está em circunstâncias, mas em Deus que nos completa por inteiro. Precisamos aprender que é bom o tempo da solteirice. Quando entendemos que Deus é o centro e cuidador da nossa vida, descansamos nele, e sabemos que tudo, e o futuro namoro que se consumará em casamento, acontecerá naturalmente. Nada nos faltará!

Conheço algumas pessoas que concentram todos os seus esforço para se completar  e ser feliz com outro ser humano. E acabam namorando dezenas de pessoas em um mesmo ano, e nenhum deles vai pra frente. É um busca desenfreada pela felicidade plena no lugar errado. E sabe por que ? Porque se ele(a) não entende que independente das circunstâncias podemos ser feliz, o mesmo se sentirá infeliz seja solteiro ou casado,  por colocar o seu foco naquilo que não é completo. É certo que aquele que não aprendeu a ser feliz sozinho, não será feliz com alguém. Primeiro procure ser feliz, para fazer alguém feliz.  

O Apóstolo Paulo escreveu uma carta para os jovens da Igreja de Coríntios: “O que realmente eu quero é que estejais livres de preocupações. Quem não é casado cuida das coisas do Senhor, de como agradar ao Senhor; mas o que se casou cuida das coisas do mundo, de como agradar à esposa, e assim está dividido. Também a mulher, tanto a viúva como a virgem, cuida das coisas do Senhor, para ser santa, assim no corpo como no espírito; a que se casou, porém, se preocupa com as coisas do mundo, de como agradar ao marido. Digo isto em favor dos vossos próprios interesses; não que eu pretenda enredar-vos, mas somente para o que é decoroso e vos facilite o consagrar-vos, desimpedidamente, ao Senhor.” I Corintios 7.32-35.


Nestes versículos podemos encontrar pontos positivos e legais de viver a solteirice:

1 - Estamos livres de preocupações.

Não interprete que estar em um namoro, noivado ou casamento lhe trará algum prejuízo. Não, um relacionamento amoroso, firmado em Deus, lhe trará muitos benefícios. Eis que te digo vaso (até parece que estou em um relacionamento kkkk).  Paulo apenas nos alerta que existirão direitos e deveres a ser cumpridos, e que poderá ser gerado um anseio do que pode dar errado e como lidar com isso.

2 - Nos dedicamos mais ao Senhor.

Quando solteiro podemos viver intensamente para o Senhor. Temos mais tempo para orar, leitura da palavra, fazer missões, se envolver ministerial, dedicando-se à obra, crescer espiritualmente, e viver algumas experiências que somente o solteiro pode ter com Deus, por dedicar mais tempo a ele. 

3 - Nos dedicamos a nós mesmo.

Temos a total liberdade de correr em busca dos sonhos, focar nos estudos,  cuidar do corpo e mente, aproveitar a família, conhecer novos lugares e amigos,  planejar o futuro para que possa ter uma estabilidade financeira, até que chegue o momento do casório.  E vale ressaltar que na juventude e solteirice encontramos as melhores amizades que duram a vida toda.


4  - Temos a oportunidade de aprender e rever alguns conceitos sobre relacionamento para não ser ou entrarmos em uma roubada

Augusto Cury é autor de uma frase bastante interessante: “Uma pessoa inteligente aprende com os seus erros, uma pessoa sábia aprende com os erros dos outros.” Acredito que a maioria dos solteiros cristãos, assim como eu, buscam sempre ler ou ouvir dicas de pessoas que vivem um namoro, noivado e casamentos bem estruturados, baseado na palavra de Deus, e infelizmente, também escutamos e estudamos relatos de alguns relacionamentos que não deram certo. Cada análise nos ajuda sobre o que fazer e não fazer no relacionamento. Temos tempo de sobra para se preparar teoricamente para um namoro, noivado e casamento. Tempo de amadurecer, de se aperfeiçoar! 


Considerações finais: É importante perceber o quanto abençoado é ser solteiro(a), que podemos desfrutar de uma vida abundante e feliz. É bastante importante compreendermos o versículo “sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.” (Romanos 8:28). Que Deus não nos deixará sozinho (amém), pois ele é o primeiro a reconhecer que precisamos de alguém: Então o Senhor Deus declarou: “Não é bom que o homem esteja só; farei para ele alguém que o auxilie e lhe corresponda”.(Gênesis 2:18) Deus, ele viu a necessidade do homem, e foi ele também quem a supriu. E no momento certo Deus mostrará aquele ou aquela que é do agrado dele para minha e sua vida. Enquanto não chega o momento do relacionamento, viva intensamente a solterice na presença de Deus. 

Fonte: Irmão Baiano


You May Also Like

0 comentários