In Estudo

Como surgiu a Bíblia e por quem foi escrita? Saiba essa e outras informações



Listamos algumas informações básicas sobre as escrituras sagradas dos judeus e cristão. Informações que ajudarão a entender melhor a coleção de livros que tem transformado milhões de vida por séculos, sendo o livro antigo mais copiado e vendido em toda a história da humanidade.

1 — A palavra Bíblia vem do termo grego “Biblos” que significa “Coleção de livros.” Biblos, hoje chamada de Djebail, fica na região onde surgiram a primeiras grandes civilizações, no chamado Crescente Fértil: o Líbano no extremo leste do mar Mediterrâneo, limitado ao norte e a leste pela Síria e ao sul por Israel. A Fenícia era a maior exportadora de papiro egípcio para a Grécia. De tal modo que os gregos passaram a chamar o papiro de “Biblos”, o que veio depois a dar origem à palavra Bíblia, que batizou o Livro Sagrado e deu origem a muitas palavras derivadas, como biblioteca. (Informações da matéria Biblos: a cidade habitada mais antiga do mundo)

2 — A Bíblia não foi escrita com divisões de capítulos e versículos. A divisão dos capítulos foi feita pelo Arcebispo Estêvão Langton e pelo Cardeal Hugo de Sancto Caro, e 300 anos depois a empresa do italiano Santi Pagnini propôs inserir a divisão em versiculos, contudo a divisão aceita foi do Roberto Estienne, um tipógrafo parisiense do Século XVI. Ele ficou bastante conhecido por ter sido o primeiro a imprimir a Bíblia com a inclusão de capítulos e versículos numerados.

3 — A Bíblia possui 66 livros para os protestantes, sendo 39 no antigo testamento e 27 no novo testamento e 73 livros para os católicos, 46 do Antigo Testamento e 27 do novo, que compõem as escrituras sagradas. A bíblia foi escrita em três idiomas: hebraico, aramaico (Antigo Testamento) e grego koiné (Novo Testamento). Foi escrita por cerca de 40 autores de diversas profissões e cargos como pescadores, médico, pastor de ovelha, doutor da lei, reis e outros.

4 — A Bíblia foi escrita em diversas épocas, levou cerca de 1.500 anos para ser escrita, de 1.250 A.C à 100 Depois de Cristo. Ressalta-se que a maioria dos autores não se conheciam, porém todos escreveram de forma coerente e harmônica uns com os outros. Estudos apontam que a maior parte da bíblia foi escrita na babilônia, quando Nabucodonosor era rei. Neste período a história de Israel passou a ser registrada para se manter a memória.

5 — Os livros bíblicos podem ser classificados em histórico, poético e proféticos.

Os históricos, para os protestante são 12 e 16 para os católicos. São eles: Josué, Juízes, Rute, I Samuel , II Samuel, I Reis, II Reis, I Crônicas, II Crônicas, Esdras, Neemias e Ester. E adicional na católica: Tobias, Judite, 1 Macabeus e 2 Macabeus.

Os poéticos, para os protestantes e católicos são 5. São eles: Jó, Salmos, Provérbios, Eclesiastes e Cantares

Os livros proféticos são divididos em dois grupos, os maiores e menores.

Profetas maiores contêm 5 livros para os protestantes: Isaías, Jeremias, Lamentações, Ezequiel e Daniel. Os católicos têm um a mais, o Baruc.

Profetas menores para os protestantes são 11: Oséias, Joel, Amós, Jonas, Miquéias, Naum, Habacuc, Sofonias, Ageu, Zacarias e Malaquias. Os católicos têm 1 adicional, o Abdias.

6 — Segundo historiadores a primeira tradução da Bíblia realizada foi em grego, por 70 anciãos de Jerusalém, na cidade de Alexandria, no Egito. A tradução foi feita do hebraico ao grego, e somente do antigo testamento. No século IV (4), 301 d.C. – 400 d.C, sobre encomenda do Papa Damaso I, o importante intelectual da época, o São Jerônimo, traduziu toda a bíblia para o latim, chamada Vulgata. Por volta de 1450 o alemão Johannes Gutemberg inventou a primeira impressora que revolucionou o mundo. As impressões eram feitas por meio da tipografia, conjunto de procedimentos artísticos e técnicos que abrangem as diversas etapas da produção gráfica (desde a criação dos caracteres até a impressão e acabamento), com uso de matriz e relevo. Sua maior obra foi as primeiras cópias da bíblia que se tornara acessível para todos, chamada de Bíblia de 42 linhas. No Brasil a primeira tradução foi realizada  por João Ferreira de Almeida, em 1753.

7 — A Bíblia de Gênesis à Apocalipse aponta e torna Jesus Cristo o tema central das escrituras e revela a salvação através da fé, por meio do REI que deixou seu trono celestial e veio a terra para morrer em favor de homens caídos.


As informações foram colhidas no site A Bíblia

Fonte: Irmão Baiano



Related Articles

HTM Facebook :